A natureza tem o poder de mudar as nossas vidas e transformar o nosso cotidiano. Em um dia a dia de tanta pressa, stress e pressão, é sempre bom reservar um tempo para limpar e purificar sua alma. Uma das melhores formas de fazer isso é defumar seus ambientes com o incenso de Sete Ervas. Neste artigo, contaremos um pouco mais sobre cada uma das ervas que compõe esta sublime combinação que deixa o ambiente mais leve, puro e agradável.

Quais são e para que servem as sete ervas?

Uma das ervas que compõe esta mistura é a Arruda. Ela é extremamente potente para combater mau olhado e olhos gordo, além do grande potencial de gerar entusiasmo e estímulos de felicidade. Já era utilizado nos tempos da Grécia Antiga, e acabou chegando ao Brasil quando o nosso país começou a ser colonizado.

A segunda erva sobre a qual falaremos é a Guiné. Esta poderosa erva atrai felicidade e sorte para o ambiente que por ela for defumado. Além disso, proporciona uma ótima forma de se fortalecer e criar um campo de proteção em seu ambiente contra vibrações ruins que possam surgir.

O Alecrim também é uma erva de tradição milenar que faz parte das Sete Ervas. Ele serve como estimulante natural para o trabalho, estudos e atividades intelectuais. Além disso, serve para melhorar os ânimos e ampliar a vitalidade de um ambiente. Associado à Arruda, também é essencial para combater as fofocas e os olhos gordos.

O Breu Branco serve como uma cortina de calmaria para ambientes que estejam muito densos ou carregados de energias negativas. Esta erva muito utilizada em magia e religião tem propriedades de limpeza e purificação espiritual.

O Olíbano, ou Frankincenso também faz parte das Sete Ervas, e é considerado uma das ervas ancestrais, originário de madeiras da África e da Ásia. Sua resina é utilizada há milênios em defumações, e é citada até mesmo na Bíblia.

A Mirra, que também está presente nas Sete Ervas, é uma das ervas mais utilizadas em rituais pelo mundo todo desde tempos anteriores a Jesus Cristo. A Mirra era utilizada por egípcios, romanos e outros povos e, até hoje é queimada em missas católicas e outros rituais. É também utilizada para fins medicinais.

A planta asiática Benjoim é muito presente na Indonésia e na Tailândia, e seu principal uso na defumação é proteger os ambientes dos obstáculos e das adversidades que podem aparecer. Evita ainda discórdia e situações de atrito.

Além da mistura das Sete Ervas, o incenso ainda conta em sua fórmula com carvão vegetal e álcool de cereal. Tudo isso em um produto fabricado através de métodos completamente artesanais que garantem a melhor qualidade para proteção completa, limpeza e purificação para seus ambientes.

A queima de um incenso dura cerca de meia hora, meia hora de um aroma extraordinário e um dia inteiro de inúmeros benefícios para o bem estar de sua casa.